terça-feira, 4 de outubro de 2011

O que não é avivamento?


Os crentes têm opiniões diferentes sobre o que é avivamento?

Mas, nosso assunto é:
O que não é avivamento?

Avivamento não é movimento ou agitação puramente humana. Movimento não produz resultados duradouros e eficazes
Não é emocionalismo, pois sobressai a emoção.
Não é onda
Não é modismo.
Não é fogo passageiro
Não se resumi simplesmente em manifestações dos dons espirituais, mas vai alem disto.
A igreja pode ter todos os dons sem, contudo ser uma igreja avivada. Basta pensarmos na igreja de corinto.
O que caracteriza uma igreja avivada não é somente os dons, mas o fruto e o quebrantamento de espírito.

Porém, percebemos uma escassez da manifestação do fruto do espírito na igreja
Muito barulho pouco fruto
Muita euforia e pouca temperança
Muita indiferença e pouco amor
Muito nervosismo e pouca mansidão

Uma crise espiritual esta tentando dominar a igreja
Os tentáculos desta crise se evidenciam através de algumas coisas:
Materialismo
Individualismo
Disputas
Mentiras
Acordos
Divorcio
Sexualidade sem limites
Sexo no namoro.
Banalização dos santos usos e costumes
Uso desregrado da televisão
Crentes guerreando entre si (Fazendo do aliado inimigo e do inimigo aliado)
Pouca ação social
Sonolência
Mornidão
Raiz de amargura

Não podemos chamar de normal o estado doentio. Algo esta errado, não podemos ignorar o fato,nem enfiar a cabeça na areia como faz o avestruz.

Temos que orar, Aviva Senhor a tua obra!

domingo, 26 de junho de 2011

Lugar impressionante!


Coliseu de Roma

O Coliseu, também conhecido como Anfiteatro Flaviano, deve seu nome à expressão latina Colosseum (ou Coliseus, no latim tardio), devido à estátua colossal de Nero, que ficava perto a edificação. Localizado no centro de Roma, é uma excepção de entre os anfiteatros pelo seu volume e relevo arquitectónico. Originalmente capaz de albergar perto de 50 000 pessoas[1], e com 48 metros de altura, era usado para variados espetáculos. Foi construído a leste do Fórum Romano e demorou entre oito a dez anos a ser construído.

O Coliseu foi utilizado durante aproximadamente 500 anos, tendo sido o último registro efetuado no século VI da nossa era, bastante depois da queda de Roma em 476. O edifício deixou de ser usado para entretenimento no começo da Idade Média, mas foi mais tarde usado como habitação, oficina, forte, pedreira, sede de ordens religiosas e templo cristão.

Embora esteja agora em ruínas devido a terremotos e pilhagens, o Coliseu sempre foi visto como símbolo do Império Romano, sendo um dos melhores exemplos da sua arquitectura. Actualmente é uma das maiores atrações turísticas em Roma e em 7 de julho de 2007 foi eleita umas das "Sete maravilhas do mundo moderno".
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

domingo, 17 de abril de 2011

UM DOS MAIORES ORADORES DA ANTIGUIDADE


Demóstenes (Orador grego de extraordinária eloquência).
Considerado um dos maiores e mais perfeitos oradores da antigüidade.Demóstenes superou dificuldades impostas pelas suas próprias deficiências naturais, problemas de respiração, dicção, articulação e postura.Venceu as dificuldades através de duas qualidades que possuía: determinação e a vontade.
Determinação: ao iniciar sua preparação, isolou-se num local onde ninguém pudesse perturbá-lo. Para que a sua concentração e meditação fossem completas a sua dicção foi corrigida com seixos que colocava na boca e com os quais procurava pronunciar as palavras de forma mais correta possível.
Outros maus hábitos, entre eles, o de levantar um ombro quando falava, foi também corrigido com disciplina rígida.Para curar-se disto, Demóstenes costumava ficar numa Tribuna estreita e praticar a oratória com uma lança pendurada sobre o ombro, de modo que, se no calor da elocução ele deixasse de evitar aquele defeito seria corrigido ferindo-se contra a ponta (Pv 23.2b – “Põe uma faca a tua garganta se és homem do campo”);
Força de vontade: Para conseguir ser o maior orador da Antigüidade, procurava declamar diante da praia, vencendo com a voz o ruído, o barulho das ondas, além de ter o costume de correr, subir montanhas recitando trechos de autores gregos para desenvolver o fôlego.

Que exemplo de determinação e força de vontade!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

DOUTRINAS SÃO UNIVERSAIS E IMUTÁVEIS. E os usos e costumes?


Muitos confundem as doutrinas bíblicas com costumes e praticas tradicionais, ou vice e versa.
Doutrinas -ensino ou instrução- são as verdades fundamentais da bíblia dispostas em forma sistemática como regra de fé e pratica de vida. Elas ajudam no desenvolvimento de uma vida cristã, proporcinando segurança para quem não quer ser levado pelo erro, pois o homem na sua cegueira espiritual formou conceitos errôneos acerca de Deus, e isto é resultado da falta de conhecimento doutrinário.
A vontade de Deus para o homem é que ele conheça e prossiga em conhecer ao Senhor (Os 6.3), examinando as escrituras e sabendo maneja-la, pois elas podem nos fazer sábios para salvação pela fé que há em Cristo Jesus (2 Tm 3.15).
Muitos confundem doutrinas bíblicas com costumes, e práticas tradicionais. A bíblia nos orienta a termos bons costumes ( 1 Co 10.31; 6.20; Tt 2.10). Agora, a doutrina é a nossa regra de fé e pratica de vida derivado das sagradas escrituras. Elas são: Santas, Divinas, Universais e Imutáveis.
Santas - porque vem de Deus, quem as escreveu foram homens inspirados pelo Espírito Santo.
Divinas - porque são de Deus
Universais - porque são validas para todo mundo
Imutáveis -porque nunca mudam.
Existem varias doutrinas na bíblia: Deus(Teologia), Cristo(Cristologia), Salvação(Soteriologia), Espírito Santo (Pneumatologia), Homem (Antropologia), Pecado (Hamartiologia), Igreja(Eclesiologia), Anjos (Angelologia), Das Últimas Coisas (escatologia), etc. Agora, quanto aos costumes, eles são sociais, humanos, regionais e temporais, ocorrem na esfera humana conforme as etnias de cada povo.
Depois continuaremos esta reflexão.

Deus Abençoe!
Pr. Cassio Castelo

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

AS DORES AUMENTAM...E OS DESPERCEBIDOS FAZEM FESTA

OBS: Este artigo foi redigido pelo irmão Antonio Adson, que me enviou por e-mail após sentir, da parte de Deus, o desejo de publicá-lo no meu blog.

Com carinho abro um espaço neste blog para esta reflexão do nosso querido irmão Antonio Adson.

ANTONIO ADSON RODRIGUES, 24 anos, casado, superintendente da EBD, diácono, formado no curso médio de teologia pela EETAD e pertencente à Assembleia de Deus - CADESGO, filiada a CGADB.

Ai vai o artigo

Ao refletirmos em textos como Rm 8:22,23 e JO 16:20,21, percebemos que a igreja juntamente com a criação,vivem em expectativa de redenção e expressam esta expectativa com gemidos que sobem a presença de DEUS, e não temos dúvida nenhuma que tais gemidos será ouvido,pois temos um ajudador(Rm 8:26). Por outro lado,vemos que há no mundo uma classe de homens cujo coração esta com suas raízes aprofundadas neste mundo, são como o apóstolo Paulo já havia descrevido em 2Tm3:2-4, não se importam em se constituírem inimigos de DEUS por serem amigos do mundo(Tg 4:4)verdadeiramente nossos dias são semelhantes aos dias de NOÉ, o coração dos homens está cheio de glutonarias,não existe nem mesmo uma fagulha de temor a DEUS,falar em temer a DEUS é comprar briga com a maioria dos homens,estes se espalham por toda parte,até no meio dos santos(Jd VERS 12)porém logo os identificamos,pois a apostasia é o cardápio principal deste,sorrindo abandonam a fé conscientemente,mas a qualquer momento os despercebidos serão decepcionados,sua alegria se tornará em pranto (1Ts 5:3;Ap 6:16;2Ts 1:9;Hb 10:29)mais os que estão apercebidos, vigilantes,gemendo, possuindo a alma na paciência(Lc 21:19)a exemplo do bom lavrador(Tg 5:7) e semelhante ao soldado disciplina suas vidas é glorioso dizer que nossa redenção está próxima, portanto ,com sobriedade e vigilância continuamos a dizer:
MARANATA,ORA VEM SENHOR JESUS!

Antonio Adson Rodrigues

Pesquisar este blog

Teologia, Devocional e informação do cenário evangélico