sábado, 25 de abril de 2009

O MILAGRE DE LAZARO - RAZÃO E FÉ

Queridos leitores, segue abaixo uma rápida reflexão de um dos maiores milagres realizado por JESUS, a ressurreição de Lázaro.
Espero que esta rápida reflexão possa servir de edificação para sua fé.
Texto : João Cap 11.39 - 40
vers.39 Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias.
vers.40 Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

Um texto que envolve razão e fé

Meus amados irmãos, no dialogo entre Jesus e Marta encontramos um assunto que tem sido objeto de estudo a séculos - razão e fé - principalmente entre os filósofos e teólogos como (Kant, Tertuliano, Agostinho, Spinoza, etc).
Muitos deles procuraram entender e dissertar sobre temas como: (Razão e fé) , (Razão e Revelação) , (A Consciência é a Razão ), (A razão Intuitiva), etc.

Esses temas citados, nunca deixaram de ser instrumentos de pesquisa, nas universidades e por parte daqueles que trilham pelo caminho do conhecimento.

Agora o que é razão? O que falar sobre a razão. Qual a origem da palavra?

A Origem da palavra razão

Na cultura da chamada sociedade ocidental, a palavra razão origina-se de duas fontes.
- A palavra latina ratio
- E a palavra grega logos.

Logos vem do verbo legein, que quer dizer: contar, reunir, juntar, calcular.
Por isso, logos, ratio ou razão significam
- pensar e falar ordenadamente, com medida e proporção, com clareza e de modo compreensível para outros.
Assim, na origem, razão é a capacidade intelectual para pensar e dizer as coisas tais como são.

Quando vamos a bíblia, entendemos que:
Razão é inata no ser humano, e como tal, parte da criação de Deus.
Nesse sentido, é essencialmente boa - G
n 1.26,31, disse Deus:
ver. 26 - Façamos o homem a nossa imagem , confirme a nossa semelhança...
ver. 31 - e viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom.
Tg. 1.17 diz a bíblia que : toda boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.


A razão é essencial para vida humana (somos seres racionais). De modo que o irracionalismo é antibíblico e desumanizante.

Então, a razão quando pensamos na sua função e na sua origem, podemos dizer que é boa.
Muito boa quando usada com temor a Deus.
Não temos dúvida que Deus através da sua graça tem se utilizado da razão humana para fazer descobertas significativas, tanto na ciência como na filosofia.
A razão é um meio de investigação de que dispomos

Porém, a razão foi profundamente afetada, pela queda. Tornando-se cega e embotada no que se refere às coisas de Deus.
1Co 2.14 – Diz a Bíblia: Ora o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura e não pode entende-las, porque elas se discernem espiritualmente.
2Co 4.4 –Paulo diz que: O deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da gloria de Cristo, que é a imagem de Deus.

Nesta cegueira os homens começaram a questionar Deus e a sua existência, os milagres etc.
Então surgiram correntes como: t
eoria da evolução , ateísmo , agnosticismo ,ceticismo , materialismo .

Mas esses são denominados de “néscios”.
Sl 14.1a – disse o néscio no seu coração: não há Deus
Sl 10.4 - por causa do seu orgulho, o ímpio não investiga; todas as suas cogitações são : não há Deus.


A razão quando é utilizada como instrumento maligno é muito perigoso
.


Por outro lado, o interessante é que:
Sendo parte integral do ser humano, a razão é também objeto da graça redentora.
Pois quando regenerado o homem recebe a mente de Cristo (1Co 2.16)

Assim sendo, quando o homem regenerado se depara com alguma circunstância difícil, pode sim, fazer uso da razão, pois esse tem a mente de Cristo.

Agora, num caso como o de Lázaro - morte- seria impossível obter a vitoria através da razão. Marta fez uso dela quando disse: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias. O que Marta queria dizer quando fez uso da razão é que não tinha jeito.

Em contra partida Jesus faz uso da fé dizendo: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

Conclusão:

Amado leitor, tem momentos na caminhada da vida que diante de uma impossibilidade, a razão de nada adianta, neste momento precisamos fazer uso da fé.

Quem sabe você esta atravessando uma situação desta natureza - impossível- e procurou solucioná-la da melhor maneira fazendo uso da razão. Mas lembre-se, tem momentos que a razão não é suficiente para resolver problemas principalmente aqueles considerados impossíveis. Então creia meu querido porque aquilo que não conseguimos resolver usando a razão, podemos perfeitamente resolver através da fé. Por isso disse Jesus a Marta: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

Creia você também meu querido, que certamente verás a gloria de Deus, amém.

Deus te abençoe.

Pr. Cassio Castelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Teologia, Devocional e informação do cenário evangélico